O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito o homem do ano 2009 pelo jornal francês ´Le Monde´. É a primeira vez que o veículo decide conferir a honraria a uma personalidade, como já ocorre uma vez por ano em publicações como a revista americana ´Time´. No começo do mês, o jornal espanhol ´El País´ também concedeu a Lula a mesma homenagem.
Em uma reportagem que ocupa a capa e quatro páginas da revista semanal do jornal, a publicação francesa diz que Lula mudou a cara da América Latina e transformou o Brasil em uma potência. O jornal ressalta ainda seu histórico de sindicalista, sua luta contra as desigualdades e a defesa do meio ambiente.
Entretanto, uma publicação de quinta-feira (24) cita os recentes escândalos de corrupção, casos de nepotismo e a desigualdade no país.
Em seu site, o jornal afirma que para avaliar quem seria seu primeiro homenageado em 65 anos de história decidiu abordar personalidades com contribuições positivas no cenário mundial. O nome do presidente americano chegou a ser cotado, conforme explica o texto. Entretanto, a publicação afirma que Barack Obama foi mais merecedor do título em 2008 do que em 2009.

print
Comentários