Madonna fez jus à fama em sua chegada ao Chile, na última quarta-feira (10), e provocou a ira de um conservador cardeal católico. Em missa celebrada para lembrar o segundo ano da morte do ditador militar Augusto Pinochet, o cardeal emérito do país, Jorge Medina, ex-presidente da Congregação da Doutrina da Fé do Vaticano, protestou contra a luxúria que a cantora desperta por onde passa. Os pensamentos de luxúria, os pensamentos e atos de impureza são uma ofensa a Deus e uma mancha, uma sujeira em nosso coração, reclamou o cardeal.
Alheia às queixas do cardeal, Madonna se apresentou em Santiago, capital chilena. A chegada da popstar ao Brasil está marcada para esta sexta-feira. Ela virá acompanhada de uma equipe de 250 pessoas, responsável pela estrutura de sua superprodução Sticky & Sweet Tour. Além dos músicos, bailarinos e outros profissionais diretamente ligados ao show, a equipe inclui cinco cozinheiros, um quiroprático, um massagista e um personal trainer. No Rio e em São Paulo, ela terá também à sua disposição dois carros blindados.
Madonna trará ao País os três filhos, Lourdes Maria, Rocco Ritchie e David Banda. Eles ocuparão todo o sexto andar e as suítes dos outros andares do Copacabana Palace. São 130 metros quadrados cada uma, divididos em quarto, sala, closet, banheiro e uma ampla varanda de onde se tem uma vista fantástica da Praia de Copacabana, incluindo o Pão de Açúcar ao fundo. Aliás, da banheira é possível ver o mar. Haverá também uma piscina exclusiva, em área fechada apenas para Madonna. Ela também alugou um salão nobre do hotel para acomodar 12 camas elásticas. Explica-se: todos os dias, a cantora e os bailarinos praticam ´jumping´ (saltos) antes de suas aulas de dança.
Apesar da confusão inicial da venda de ingressos, ainda há muitos lugares para quem quiser assistir aos shows de domingo e segunda-feira no Maracanã. Os organizadores só não dizem a quantidade disponível.
A cantora também promete causar polêmica no Brasil. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Madonna não estaria nada satisfeita com os camarotes ´VIPs´, com a presença de celebridades e pessoas influentes do País, que serão montados no Brasil em seus shows, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.
A popstar lançou algumas regras para que a imprensa pudesse cobrir o evento: permitiu apenas 20 fotógrafos, que devem deixar o estádio após as três primeiras músicas. Nos camarotes, eles teriam sido autorizados a fotografar tudo, entrando em conflito com as ordens da produção.
O Brasil é um dos poucos países que vai abrigar camarotes para convidados na turnê Sticky & Sweet. Em mais de 40 shows pelo mundo, somente Argentina, México e algumas poucas apresentações na Europa contaram com espaços semelhantes. Na maioria dos casos, os famosos presentes assistiram o show na pista, junto com o restante do público, ou em cadeiras colocadas na frente do palco.
Os shows de Madonna no Brasil serão realizados dias 13 e 14/12 no Rio (Maracanã) e dias 17, 18 e 19/12 em São Paulo (Morumbi).

Imprimir
Comentários