Pelo menos 50 pessoas morreram na noite desse domingo (1º), quando um homem abriu fogo contra a multidão que assistia a um festival de música em Las Vegas, no que já é considerado o mais violento tiroteio da história dos Estados Unidos. Mais de 400 pessoas foram hospitalizadas. As circunstâncias do massacre, que aconteceu pouco depois das 22h locais (2h de Brasília), ainda são incertas. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

O autor do tiroteio, identificado como Stephen Paddock, de 64 anos, abriu fogo a partir do 32º andar do hotel Mandala Bay, que fica na avenida central Las Vegas Strip, onde acontecia a terceira e última noite de um festival de música country. Segundo a polícia, ele se matou antes da chegada dos agentes.

O xerife Joseph Lombardo indicou que Paddock era um morador da cidade e que a polícia procura a mulher que o acompanhava para um interrogatório.

O cantor Jason Aldean, que conseguiu escapar, estava no palco quando os espectadores ouviram as primeiras rajadas de tiros. Em poucos segundos, a música parou de tocar, segundo um vídeo divulgado nas redes sociais. “Temos dois policiais que estão no hospital, um em estado crítico, o outro, com ferimentos leves”, relatou Lombardo.

 

Fonte: O Tempo||http://www.otempo.com.br/capa/mundo/tiroteio-em-las-vegas-%C3%A9-tido-como-o-mais-violento-da-hist%C3%B3ria-dos-eua-1.1526708

Imprimir

Comentários