A escolha do eleitorado brasileiro na votação do último domingo (15) levou para o poder 2.978 (55,4%) prefeitos que não concluíram o curso superior, de acordo com dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e compilados pela Record TV.

Em segundo lugar no ranking do grau de instrução dos prefeitos eleitos nas eleições municipais deste ano estão aqueles que disseram possuir o ensino médio completo: 1.388 (25,8%).

Já 317 (5,9%) políticos que concorreram ao cargo máximo dos governos municipais completaram somente a etapa fundamental da educação básica. Outros 280 (5,2) não terminaram o ensino fundamental.

Na sequência, 250 (4,6%) prefeitos que assumirão o mandato no ano que vem têm o nível superior incompleto. Mais 126 (2,3%) declararam não ter concluído o ensino médio. Além deles, 40 (0,7%) eleitos disseram que apenas sabem ler e escrever.

Etnia e raça

Ainda segundo as estatísticas do TSE, a maioria dos 5.379 prefeitos escolhidos pelos eleitores é formada por brancos: 3.608 (67,1%). Outros 1.612 ( (30%) se apresentaram como pardos e mais 2% (108) disseram ser pretos.

Ainda conforme o levantamento, 7 prefeitos eleitos (0,2%) são de origem indígena, 23 se  apresentaram como amarelos (0,4%) e outros 21 não apresentaram informações sobre as suas características étnicas e raciais à Justiça Eleitoral.

Matéria do R7

Imprimir
Comentários