Em Divinópolis, 1.560 fraudes em medidores de energia foram detectadas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em 2019.


De acordo com o portal G1, a Cemig informou que o número de “gatos” – ligações irregulares – descobertos esse ano na rede elétrica para omitir o gasto real de energia elétrica é maior do que 2018, quando foram registradas 756 irregularidades cometidas por consumidores.


Para a estatal, o aumento no número é justificado com base na melhoria de softwares e de denúncias recebidas.


Monitoramento
Segundo a Cemig, todas as unidades consumidoras são monitoradas através de um software que concentra as informações de inconsistências de consumo. Além disso, alarmes de medição inteligente têm sido instalados em todas as cidades do estado.


Ainda conforme a estatal, após detectada a intervenção na medição, o consumidor pode ser preso e multado. Além disso, pode haver a cobrança retroativa da energia faturada a menor, e de custo administrativo, que pode chegar a R$ 4 mil.


Para 2020, estão previstas 775 mil inspeções na rede elétrica em Minas Gerais.

 

Fonte: G1 ||
Imprimir
Comentários