Mais de 100 leitos mobilizados para atendimento exclusivo de Covid-19, em hospitais do Centro-Oeste de Minas, voltarão a atender outras especialidades. A medida foi anunciada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta quarta-feira (29).

De acordo com a SES-MG, o Comitê Macrorregional Oeste avalia o cenário epidemiológico semanalmente e continuará verificando a necessidade da manutenção de todos leitos disponibilizados para atendimento a casos da doença, assim como a necessidade de ampliação.

Entretanto, o cenário atual tem permitido a redução do quantitativo de leitos nos hospitais da região. Com a alteração, a Macrorregião Oeste conta, atualmente, com 169 Leitos de UTI exclusivos para Covid-19 e outros 266 de enfermaria.

Hospitais

Foram desmobilizados oitos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Complexo de Saúde São João de Deus, em Divinópolis; dez leitos de UTI na Santa Casa de Santo Antônio do Monte; dez leitos de UTI no Hospital São Carlos, em Lagoa da Prata.

Com relação a leitos de enfermaria foram desmobilizados seis leitos na Santa Casa de Misericórdia de Itapecerica; dez leitos no Hospital Carlos Chagas, em Candeias; dez leitos no Hospital Municipal Santo Antônio de Cristais; dez leitos no Hospital Nossa Senhora Aparecida de Luz; dez leitos no Complexo de Saúde de São João de Deus, em Divinópolis; dez leitos na Santa Casa de Santo Antônio do Monte;

Taxa de ocupação

Conforme o estado, a taxa de ocupação da Macrorregião Oeste até essa terça-feira (28) estava em 29% de UTI e 27% de enfermaria. Não havia pacientes aguardando vaga.

Fonte: G1

print
Comentários