Se encontrar uma vaga de emprego em períodos de crise já é complicado, imagine vencer 14 mil concorrentes para a inusitada vaga de testador de motéis? A oportunidade, anunciada nesta semana, chamou a atenção de muita gente nas redes sociais e fez com que o portal Guia de Motéis tivesse mais que o dobro dos acessos usuais. “Numa segunda-feira normal, temos em média 35 mil visitas. Anteontem, os acessos chegaram a 85 mil”, diz o diretor do site, Rodolfo Elsas. Apenas nas primeiras 24 horas, o portal recebeu dez mil currículos. Até ontem, já eram 14 mil. Desse total, 1.292 são de moradores de Minas Gerais.

A curiosidade pelo portal aumentou por causa do emprego nada convencional, que oferece salário de R$ 2 mil, benefícios e carteira assinada. A função será avaliar um motel por dia em todo o país, com todas as despesas pagas. “O interessado deverá visitar cinco motéis por semana e responder um questionário detalhado para avaliar a qualidade dos serviços prestados, atendimento, limpeza, entre outras características”, conta.

O diretor do portal explica que o funcionário poderá frequentar os motéis sozinho ou acompanhado. “Afinal, temos que lembrar que um motel é um meio de hospedagem que oferece serviços, como o de gastronomia. Há casos de pessoas que se hospedam sozinhas quando não encontram vagas numa cidade com um evento e sem disponibilidade de se hospedar num hotel”, observa.

Todos os gastos serão reembolsados, e os custos com viagens serão pagos pela empresa. “O funcionário anônimo se hospeda como um cliente normal e usufrui de suítes, além de consumir outros itens para avaliar a qualidade dos serviços. Para não ter qualquer tipo de preparação, só o dono do motel saberá da visita, já que foi ele quem contratou. Os funcionários não saberão de nada. Afinal, a consultoria é para verificar se a qualidade está boa e o que é preciso melhorar”, diz.

Além da remuneração de R$ 2 mil por mês no regime CLT, o testador contará com benefícios, como plano de saúde e odontológico, vale-refeição e reembolso de quilometragem.

A vaga é para homens ou mulheres, e a preferência é por pessoas que já cursaram ou estão cursando faculdades nas áreas de hotelaria, turismo, administração e marketing. Elsas explica que enviou e-mails sobre a vaga para os usuários do site, com perfil de 25 a 45 anos. “A idade não é um requisito excludente. O que o funcionário tem que ser é maior de idade”, diz. A base total de usuário do portal chega a 3 milhões de pessoas.

O que fará: visitar cinco motéis por semana e responder um questionário detalhado para avaliar a qualidade dos serviços
Salário: R$ 2 mil
Inscrição: até 31 de março, no guiademoteis.com.br/vagas/testador-de-motel/

IMPRIMIR

Fonte:

O Tempo Online