A Polícia Militar, em toda região Centro-Oeste de Minas, realizou nessa sexta-feira (25) a Operação “Minas Segura – Repressão Qualificada”.

Na área da 7º Companhia da PM, 21 pessoas foram presas e apreendidas. Suspeitos de tráfico de drogas foram presos e a PM também prendeu um foragido da Justiça, além de ter apreendido drogas e outros materiais.


De acordo com a PM, foram abordadas 1.085 pessoas, 812 veículos foram fiscalizados, três armas de fogo foram apreendidas, além de 79 munições, maconha, buchas, tabletes e 20 endolas de cocaína.
O balanço também detalhou que 11 mandados de prisão foram cumpridos, além de 34 mandados de busca e apreensão. Um efetivo de 262 militares e 106 viaturas trabalham na operação.


Divinópolis
Em Divinópolis, houve prisão de suspeitos e apreensão de drogas. Em uma das primeiras ações da PM, os militares prenderam um jovem de 26 anos suspeito de tráfico. Ele já tem passagens pelo mesmo crime, além de assalto e desacato. A PM apreendeu vários materiais e drogas na casa dele.


Segundo os militares, durante as buscas na casa dele foram encontrados três tabletes de maconha, R$ 130 em dinheiro, uma munição calibre 22, materiais para embalar drogas e um rádio transmissor, com carregador, na frequência da Polícia Militar em Divinópolis.


Em seguida, diante da denúncia de que o autor guardava drogas em um lote vago em frente de casa, foi acionado a equipe do canil. O cão Thor farejou 11 endolas de cocaína e sete buchas de maconha, as quais estavam, estrategicamente, enterradas. O suspeito foi preso e conduzido à delegacia da Polícia Civil.
Ainda em Divinópolis, outro jovem de 19 anos foi preso também suspeito de tráfico. Durante as buscas na casa onde ele mora, foram encontradas duas porções de maconha e o total R$ 185 em dinheiro. O jovem, que é suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas e roubo à mão armada, foi preso e conduzido à delegacia da Polícia Civil.


A operação também resultou na de um suspeito foragido da Justiça. A prisão foi realizada na rua Alcobaça, 631, no bairro Jardim das Oliveiras. A identidade dele não foi informada.
A PM informou que uma pessoa do sexo feminino, que não teve a identidade revelada, foi presa suspeita de tráfico, na Rua Francisco Lamonier, no Bairro Mangabeiras. Na casa dela foi localizada uma bucha de maconha e R$144 em dinheiro. Ela foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil.
Em continuação à ação, na tarde de sexta-feira uma equipe do Tático Móvel entrou no aglomerado conhecido como Lajinha, no bairro Alto São João de Deus, e encontrou um jovem de 22 anos que tinha guardado uma bucha de maconha.


Denúncias apontavam que ele estava traficando drogas no local, sendo que ao realizar buscas na residência dele, foram encontradas drogas, materiais para fracioná-las e embalá-las, dinheiro, objetos de valor usados como moeda de troca de drogas, como celulares, relógios, câmara fotográfica, um jarro com mudas de maconha e uma chave mixa usada para furtos de veículos.

O suspeito foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Carmo do Cajuru

Em Carmo do Cajuru, a operação cumpre mandados de busca e apreensão, e resultou na prisão de dois jovens de 18 e 22 anos. Durante a ação de busca e apreensão na casa da dupla no Bairro Vitória, foram localizados dois pés de maconha. Os militares informaram que chegaram até os dois após informações anônimas de que eles estariam praticando tráfico de drogas no bairro. Diante da suspeição, foi expedido o mandado de busca e preensão para o endereço. Os suspeitos foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil.

Ainda no município, a PM prendeu um jovem de 25 anos e outro de 27, no Bairro São Luiz, onde foi localizado com eles uma bucha de maconha, uma motocicleta com licenciamento atrasado e selo violado, R$ 617 em dinheiro sem procedência comprovada, além de uma pedra de crack, uma porção de cocaína e um pássaro silvestre.

Segundo a PM, o suspeito de 25 anos tem passagens por tráfico de drogas, desacato e porte ilegal de arma de fogo, violação de domicílio, uso de documento falso. O de 27 tem passagens por tráfico de drogas e uso de documento falso.

Segundo informações anônimas recebidas pela PM, há alguns dias os autores estariam vendendo drogas em uma casa situada na Rua Nelson Mandela, no Bairro São Francisco.
Os presos podem responder por tráfico de drogas e crimes contra a fauna silvestre. Eles foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil.

Imprimir
Comentários