Motoristas mineiros que pretendem aproveitar o feriado de Carnaval no litoral capixaba terão que fazer um verdadeiro malabarismo na BR-381 para se livrar dos inúmeros buracos. Um levantamento do portal Hoje em Dia, feito no final de semana passado apontou mais de 230 crateras em apenas 20 quilômetros no sentido Vitória.  A demanda por borracheiros nas imediações já cresceu 300%.

Além das aberturas na superfície, na conhecida “Rodovia da Morte” há diversas rachaduras e até o “enrugamento” do asfalto, aumentando os riscos de acidentes. Em vários trechos, os condutores são obrigados a jogar o veículo para o acostamento para evitar algo pior.

As obras de recapeamento tiveram início na segunda-feira (25), segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Porém, um agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que pediu para não ser identificado, avalia que dificilmente todos os buracos serão tapados até sexta-feira (1º), quando começa a aumentar o fluxo na estrada por conta do feriadão.

Manutenção

Por meio de nota, o Dnit informou ter recentemente contratado uma empresa para a manutenção da rodovia. “Desde a última segunda-feira o trecho citado está recebendo prioritariamente obras de tapa-buraco e a meta é que até a próxima sexta-feira o problema seja resolvido”, diz o texto.

“Pelo volume de buracos que tem em toda a extensão da pista, funcionários do Dnit teriam que trabalhar dia e noite, mesmo assim não dariam conta do serviço”, diz a fonte da PRF, para quem os trabalhos de recuperação começaram tarde demais.

Dicas

As chuvas também podem agravar a situação. O condutor deve redobrar a atenção, manter distância em relação ao veículo da frente e reduzir a velocidade.

Confira as recomendações dadas pelo inspetor Aristides Junior, da PRF:

  • Planeje sua viagem e faça a revisão de seu veículo. É fundamental verificar a presença e o funcionamento de todos os equipamentos obrigatórios. Verifique também toda a documentação do veículo e do condutor.
  • É obrigatório, em rodovias, o uso dos faróis baixos acesos, mesmo durante o dia. Isso aumenta a visibilidade aos demais condutores e principalmente aos pedestres, além de melhorar a percepção de distância aproximada.
  • Em caso chuva durante sua viagem, diminua a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo que segue a sua frente. Evite estacionar no acostamento, caso tenha que parar, procure um local seguro afastado da pista de rolamento.
  • Respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedeça às placas de sinalização; onde não existir sinalização ou se esta estiver prejudicada, mantenha a velocidade compatível com as condições da via. Quanto maior a velocidade, maior é o risco e mais graves serão os acidentes.
  • O condutor e todos os passageiros do veículo devem utilizar o cinto de segurança. Crianças menores de 7 anos e meio de idade, devem estar utilizando o equipamento obrigatório compatível (bebê conforto, cadeirinha e/ou assento de elevação). Em caso de autuação o condutor será penalizado e o veículo ficará retido até a regularização da infração.
  • Ultrapasse sempre pela esquerda somente em locais permitidos e principalmente onde haja todas as condições necessárias para execução da manobra com segurança.
  • Antes de iniciar uma ultrapassagem, certifique-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário. Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado a intenção de fazê-lo, dê a preferência e aguarde a sua vez. Sinalize toda a manobra com antecedência.
  • Redobre a atenção ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura e ao ser ultrapassado não acelere, não mude a trajetória do veículo e mantenha distância segura do veículo à frente.
  • Mantenha-se a uma distância segura do veículo que vai à frente, a fim de se evitar colisões traseiras (tipo de acidente que mais tem sido registrado no Estado) nos casos de freadas bruscas.
  • Cuidado com os pedestres, principalmente em perímetros urbanos cortados por rodovias. Redobre a atenção e reduza a velocidade sempre que verificar a presença de pedestres nos acostamentos e às margens das rodovias.
  • É importante também sempre levar água, frutas e alimentos não perecíveis no interior do veículo, para situações inesperadas como congestionamentos e interdições de pista.
  • Todos os ocupantes do veículo devem portar documento de identificação, inclusive crianças e adolescentes.
  • Ocupantes de motocicletas devem sempre usar o capacete. Mantenha distância das laterais traseiras dos veículos, eliminando assim o chamado “ponto cego”. Antes de mudar de faixa de rolamento use os retrovisores. Não trafegue próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Sempre circule com o farol ligado, para facilitar a visualização da motocicleta pelos pedestres e pelos veículos que estão em sentido contrário.

 

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Imprimir

Comentários