Mais de 380 quilos de maconha e de R$ 115 mil em dinheiro foram apreendidos pela Polícia Militar, nesta terça-feira (22), em Pará de Minas.

 Após denúncias anônimas, os militares encontraram ainda pedras de crack, arma, munição e um veículo furtado em Belo Horizonte que estava com as placas clonadas. Três pessoas foram detidas.

Os militares receberam denúncias anônimas de que um homem de 42 anos, que é de Igaratinga, seria o chefe do tráfico de drogas e o responsável por distribuir o entorpecente na região de Pará de Minas. Também foram informados de que ele entregaria crack em uma chácara nas proximidades da BR-262.

A PM montou uma operação e se deparou com ele conduzindo um carro. O homem tentou fugir, mas bateu em um barranco. Ele tentou fugir a pé, pulou de uma altura aproximada de 18 metros, porém, foi encontrado em uma vegetação. No carro foram apreendidas duas pedras de crack grandes.

Em seguida, os policiais foram até um sítio no povoado de Trindade, zona rural de Pará de Minas, onde se depararam com um homem de 30 anos, que estava em liberdade condicional, segundo a PM, e uma jovem de 22 anos. A suspeita era de que o casal seria comparsa do homem que tinha sido detido.

https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html Em um cômodo anexo à residência, os policiais encontraram 388 tabletes e barras de maconha – cada um pesando cerca de um quilo -, um revólver .38 e 12 cartuchos e R$ 2.495 em dinheiro. No quintal da casa foi encontrado um carro furtado em Belo Horizonte e que estava com a placa adulterada.

Na residência do homem de 42 anos, em Igaratinga, os militares apreenderam R$ 113.300 em dinheiro. A PM informou ainda que os dois homens já responderam processo por associação ao tráfico de drogas. Os três foram conduzidos à delegacia juntamente com as drogas, dinheiro e arma apreendidos.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários