A Justiça Federal liberou R$ 353,8 milhões para pagar os atrasados para quem ganhou a ação de revisão ou de concessão do benefício do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). De acordo com o Conselho da Justiça Federal (CJF), o crédito, que é feito por meio de requisições de pequeno valor (RPVs), estará disponível para o saque a partir do dia 1ª de agosto.
Para saber a situação dos atrasados, o segurado do INSS deve consultar o andamento processual pela internet. As informações sobre as ações julgadas nos juizados do Estado de São Paulo, por exemplo, estão no site do TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª região), que inclui também o Estado de Mato Grosso do Sul. O endereço é o www.trf3.jus.br. No centro da página principal do site, irá aparecer uma opção de escolha do fórum.
O segurado deverá receber em casa um aviso sobre o pagamento de sua revisão. No entanto, pela internet, já é possível saber se o dinheiro dos atrasados vai sair ou não. O crédito dos atrasados só é liberado depois que a ação é julgada e não há mais chance de recurso para o INSS. Em alguns casos, mesmo com a sentença em favor do aposentado ou do pensionista, o INSS pode entrar com o recurso e, por isso, o pagamento dos atrasados da ação demora a ser feito. O pagamento é feito no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal.

print
Comentários