Na manhã de terça-feira (23), por volta das 11h00, a Polícia Militar foi acionada devido a uma denúncia de que duas ciganas estavam vendendo colares e barras de ouro falso na Rua Peixoto no Bairro Jardim Alvorada.
A PM foi acionada e compareceu à referida rua onde Maria Amélia dos Santos e Ivete Lima Frade afirmaram que por volta das 09h30 duas mulheres estiveram em suas residências, sendo que as duas possuíam as mesmas características físicas: morenas, magras, de estatura baixa com cabelos pretos e longos e se trajavam como ciganas. As mulheres lhes ofereceram pequenas barras e cordões, dizendo que os mesmos tinham como matéria prima ouro 18 quilates. Segundo as vítimas, as mulheres as convenceram a comprar os objetos mediante artifícios e muita persistência. Maria Amélia adquiriu três pequenas barras e três cordões, pagando o valor de R$240,00 em dinheiro, já Ivete comprou duas pequenas barras e dois cordões no valor de R$100,00, também pagos em dinheiro.
Depois de perceber que o material dos objetos não se tratava de ouro 18 quilates, as vítimas acionaram a PM, que após receber as características das possíveis ciganas realizou o rastreamento juntamente com uma testemunha, mas não obteve êxito.
Na na quarta-feira da semana passada (17) uma mulher também foi vítima de estelionato no Centro da cidade e perdeu R$15 mil.

print
Comentários