O ex provedor da Santa Casa de Caridade de Formiga sofreu mais uma derrota na justiça, ao solicitar, por meio de seus advogados, a reapreciação do pedido de liminar, negado anteriormente.
Pela segunda vez, o pedido de Habeas Corpus foi negado, nessa segunda-feira (4), desta feita, pelo desembargador Júlio Cezar Guttierrez.
A prisão do Geraldo Couto ocorreu na tarde de quarta-feira (29), após a justiça concluir que o mesmo havia descumprido parte das determinações judiciais constantes na sentença que resultou na sua destituição do cargo de provedor e na intervenção da Santa Casa.

print
Comentários