Apesar das constantes matérias e dos alertas da Polícia Militar sobre golpistas em nossa cidade, principalmente com o antiquado e manjado golpe do bilhete premiado, ainda assim, existem pessoas que caem nele.
Na quarta-feira (22), a PM foi acionada pela senhora I.M.P.P de 62 anos que fora vítima de tal golpe.
Segundo relato da senhora, ela fora abordada na praça Rubens Dalariva no bairro do Quinzinho por uma mulher magra, morena de aproximadamente 1m80 de altura, dizendo ser analfabeta e possuidora de um bilhete premiado. Durante a conversa entre as duas, aproximou uma outra mulher de cabelos lisos, cor clara e gorda de aproximadamente 1m60 de altura se oferecendo para conferir o bilhete. A retornar ao local, a segunda mulher afirmou que o bilhete era mesmo premiado.
Diante disso, a golpista disse que venderia o bilhete para as duas mediante o pagamento de R$ 40.000,00, sendo R$20.000,00 para cada uma. A comparsa então foi até o banco retornando ao local da abordagem com uma certa quantia em dinheiro, entregando-a para a possuidora do bilhete. Posteriormente a senhora I.M. foi até o banco e sacou de sua conta poupança o valor combinado e entregou para a primeira mulher, pegando em seguida o ?bilhete premiado?.
As autoras disseram para a senhora que aguardasse em sua residência que elas (golpistas) iriam resgatar o prêmio e que retornariam para entregá-lo para a senhora. Passado algum tempo, a vítima percebeu que caíra em um golpe e após diálogo com sua família comunicou o fato à PM que lavrou o BO de nº 10005/08.
Apesar das buscas as golpistas não foram encontradas.

Imprimir
Comentários