A partir deste mês, o agricultor Dirceu Bueno da Fonseca já está colhendo uma fruta que não é muito conhecida pela população formiguense: o maracujá doce. Trata-se de uma fruta de sabor e aroma muito agradáveis.
O maracujá doce tem qualidade diferenciada, mas pouco explorada. A fruta é utilizada mais para o consumo in natura, além de outros modos de uso. Desde o plantio até a primeira colheita do maracujá doce, demoram-se cerca de seis meses. Há gastos com adubo e irrigação, mas o retorno é garantido, pois o quilo desta fruta é vendido por R$3,99 pelos supermercados. Dirceu da Fonseca tem cerca de 700 pés de maracujá no sítio Capoeira Grande, que fica na região da Fazenda Boa Esperança, a cerca de 60 quilômetros de Formiga. A plantação do agricultor formiguense rende quatro toneladas de maracujás doce por mês.
Dirceu da Fonseca faz questão de deixar uma mensagem às pessoas que nunca experimentaram o maracujá doce: ?quem não conhece o maracujá doce se procurar conhecer só tem a ganhar, não vai perder nada, vai passar a conhecer uma fruta de um sabor muito bom, um aroma muito bom e diferenciado. Quem não conhece pode procurar e experimentar que vai gostar?.

Imprimir
Comentários