A ex-senadora Marina Silva deve anunciar ainda neste sábado (5) uma aliança com o PSB para disputar a eleição de 2014 ao lado do presidente da sigla, governador Eduardo Campos (PE). Segundo um dos principais auxiliares de Marina, Bazileu Margarido, ela também se colocou à disposição para se candidatar à vice-presidente, numa chapa encabeçada pelo pernambucano.
A aliança foi costurada entre a noite desta sexta e a manhã deste sábado. Ainda durante a noite, Eduardo Campos desembarcou em Brasília para propor a união, depois que a Rede Sustentabilidade, fundado por Marina, teve o registro negado pela Justiça Eleitoral na quinta (5).

Ela vai se filiar ao PSB. Na entrevista, vai colocar quais são as condições, como vai acontecer. Ela tem essa disposição se ser vice, disse Margarido ao G1. O PSB também anunciou oficialmente, no início da tarde, a formação de uma coligação política e eleitoral para as eleições de 2014.
Segundo interlocutores, pesou na decisão o desejo comum de Eduardo Campos e Marina de construir uma terceira via no cenário político, que fuja da polarização entre PT e PSDB, consolidada nas últimas eleições presidenciais. Tal visão foi expressa pela própria Marina numa entrevista à imprensa nesta sexta.

Imprimir
Comentários