Milhares de medicamentos ainda dentro da validade foram encontrados em um aterro sanitário em Cambuí, na Região Sul de Minas Gerais, nesta quinta-feira (26). Entre os medicamentos, estavam caixas e documentos da prefeitura de Bom Repouso, também no Sul do estado.
As polícias Militar e do Meio Ambiente foram chamadas e um boletim de ocorrência foi registrado. De acordo com um funcionário do local, o lixo foi despejado no dia anterior enquanto o aterro estava vazio. A prefeitura de Cambuí disse que espera uma posição da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feama) para saber o que fazer com os medicamentos.
De acordo com o coordenador de Vigilância Sanitária do município, Renato de Oliveira Aguiar, os medicamentos não vão poder mais ser utilizados devido a exposição ao sol e a proximidade com o lixo e os animais.
A prefeitura de Bom Repouso reconheceu que errou ao misturar medicamentos ainda dentro do prazo com os vencidos, mas informou que a responsabilidade do descarte é de uma empresa contratada. Segundo a empresa, um motorista recém-contratado teria jogado os remédios no aterro por engano. A Superintendência Regional de Saúde informou que vai investigar o caso.

Imprimir
Comentários