A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) poderá agora ampliar sua atuação para outros países onde houver interesse da sociedade brasileira. Além disso, poderá consolidar serviços nas áreas de logística integrada, serviços financeiros e serviços postais eletrônicos, a exemplo do que já existe em diversos outros correios do mundo, de acordo com as resoluções e recomendações da União Postal Universal (UPU) e da União Postal das Américas, Espanha e Portugal (UPAEP).
Segundo o departamento de Relacionamento Institucional dos Correios, por meio de parcerias comerciais, a ECT poderá agregar valor a sua marca e a sua infraestrutura, especialmente por meio da utilização da rede de atendimento, que cobre todos os municípios do país.
De acordo com o departamento, os Correios poderão também adquirir o controle acionário ou participação societária em empresas já estabelecidas, além de constituir subsidiárias, o que será importante para acelerar o desenvolvimento da instituição.

print
Comentários