Após a ampliação da campanha em Belo Horizonte, o próximo passo será a expansão para outras cidades pólo, como Uberlândia, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares.
A Campanha ?Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida? completou um ano de atuação com resultados expressivos e ampliação das abordagens. As blitze da Lei Seca, realizadas até então de quinta-feira a domingo, passam a ser diárias em Belo Horizonte. Para marcar a data, acontecerá uma megaoperação da campanha, de caráter repressivo e educativo.
Desde o início das abordagens, houve uma redução de 15,9% dos acidentes. Antes do lançamento da Sou Pela Vida, era registrado uma média de 18,96 acidentes com vítima por mês no município. De julho do ano passado até agora, a média mensal caiu para 15,94 acidentes com vítima por mês. Já entre os acidentes de trânsito sem vítima também houve redução de 5,9%, passando de uma média de 41,52 acidentes por mês, antes do lançamento da campanha, para 39,08.
Nos últimos doze meses 21.735 veículos foram abordados, resultado em 468 crimes de trânsito (condutores com nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l) e 1.303 infrações de trânsito (condutores com índice de álcool no sangue entre 0,14 e 0,33 mg/l ou, após 5 de agosto, quando não soprar o bafômetro passou a ser passível de punição, infrações por recusa do etilômetro).
Ampliação
Após a ampliação da campanha em Belo Horizonte, o próximo passo será a expansão para outras cidades pólo, como Uberlândia, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares. A ampliação foi anunciada pelo secretário de Estado de Defesa Social (Seds), Rômulo Ferraz, no lançamento do Plano Integrado de Enfrentamento à Violência. O plano também prevê, para os próximos meses, a aquisição de um micro-ônibus que funcionará como um Posto Integrado itinerante nas blitze da campanha.

print
Comentários