Da Redação 

O mestre de obras e pastor evangélico, Ademir de Paulo Alexandrino, de 29 anos, que desapareceu na sexta-feira (5) ao sair de casa para trabalhar, foi encontrado na terça-feira (9). Ademir, que mora em Japaraíba, havia saído de casa por volta das 6h30 de sexta com destino à Formiga quando desapareceu.

Ao Últimas Notícias, o mestre de obras informou que foi sequestrado por engano e ficou quatro dias trancado em um galpão. Segundo Ademir, ele seguia pela rodovia MG-170 e, ao chegar próximo ao trevo de Arcos, foi abordado por um grupo dividido em duas motocicletas e um automóvel. “Ao passar próximo a uma estrada de terra, os motociclistas bloquearam a rodovia. Eles estavam armados e me obrigaram a entrar no carro”, disse Ademir em entrevista.

Segundo a vítima, os sequestradores rodaram por cerca de duas horas pela rodovia e, em um determinado momento, entraram em uma estrada vicinal sentido a uma zona rural onde Ademir foi trancado em um galpão. “Fiquei trancado até segunda-feira quando um homem entrou e me disse ‘vamos acertar’. Informei a ele que eu não era quem ele procurava, dessa forma o homem pediu para eu esperar e me trancou novamente”, declarou a vítima.

(Foto: Reprodução WhatsApp)

Ademir foi liberado na tarde dessa terça-feira (9). “Me deixaram na rodovia. Pedi carona para um caminhoneiro que seguia para Divinópolis, como não conheço muito bem a região, peguei carona até a cidade onde tenho amigos. Ao chegar na cidade procurei um amigo que me trouxe para casa. Acredito que os sequestradores me soltaram devido a repercussão da matéria divulgada pelo Últimas Notícias”.

Ao chegar em Japaraíba, Ademir foi encaminhado para o hospital. “Fiquei muito debilitado, pois não me alimentei e não me hidratei durante esses quatros dias, mas já estou bem”, concluiu.

Imprimir

Comentários