O Governo de Minas Gerais divulgou pela primeira vez, nesta quinta-feira (14), o número de casos considerados curados de covid-19. Segundo os dados, ao menos 1.680 pessoas se recuperaram da doença.

O número, no entanto, pode ser maior, já que considera apenas os casos de pessoas que foram testadas – o que representa aproximadamente um a cada 10 casos notificados.

Conforme o boletim da Secretaria de Estado de Saúde, Minas Gerais tem, até esta quinta-feira, 3.950 moradores com diagnóstico positivo para o novo coronavírus. O número de mortes confirmadas subiu de 135 para 139 nas últimas 24 horas.

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, serão considerados “recuperados” os pacientes que tiveram uma boa evolução no estado de saúde e não apresentem os sintomas da doença durante 14 dias.

Questionado sobre a necessidade de ampliar a testagem no Estado, Amaral voltou a afirmar que o exame não é o único índice que deve ser avaliado pelo poder público para monitorar a proliferação do vírus. O secretário destacou, ainda, que há uma “falta mundial de testes”.

— Nós precisamos de tecnologia para testar mais pessoas com a disponibilidade de material que temos no país e com a eficiência adequada. Estamos trabalhando para isto.

Na última semana, Amaral já havia afirmado que o Governo de Minas estuda o melhor momento para iniciar a testagem em massa, mas que não seria agora.

Matéria do R7

Imprimir
Comentários