Minas Gerais ainda está longe de se tornar um exemplo quando o assunto é saneamento básico. Para se ter uma ideia, apenas 28% da população do Estado tem esgoto tratado, segundo levantamento do Conselho Nacional da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária. Mas algumas cidades já conseguiram mudar esta realidade.
A falta de tratamento é uma realidade em grande parte dos municípios mineiros. Em 2002,apenas 3% tinham esgoto tratado. A meta para 2019 é atingir 85% da população. Por enquanto, cerca de 35 municípios estão em processo de adaptação.
Saneamento básico é um dos assuntos discutidos no Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas. Apesar de toda a movimentação dos municípios, a engenheira Názara Naves destaca que vai demorar até que os rios sejam despoluídos.

print
Comentários