A Polícia procura por 10 homens suspeitos de promoverem o primeiro ataque a banco em Minas Gerais neste ano. Na madrugada desta quinta-feira (4), bandidos fortemente armados cercaram a cidade de Dom Cavati, no Vale do Aço, e destruíram as agências do Itaú e do Sicoob. Por cerca de 30 minutos, os suspeitos atiraram contra a unidade da Polícia Militar e casas próximas aos estabelecimentos.

Enquanto um grupo atirava no meio da rua, outro arrombou as agências para instalarem os explosivos. Toda a estrutura dos imóveis ficou comprometidas. Casas próximas também ficaram danificadas. Apesar dos estragos, ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, duas pessoas foram feitas reféns e serviram de “escudo” para a fuga dos criminosos. Logo após o crime, os suspeitos fugiram com destino a zona rural da cidade e os reféns foram liberados sem ferimentos.

Vistoria

Técnicos da Defesa Civil Municipal visitaram alguns imóveis para vistoria. O sobrado de uma casa foi interditado. Parte do muro de uma residência ficou abalado por causa do impacto da explosão. As unidades bancárias foram periciadas pela Polícia Civil e estão interditadas.

A PM informou que os criminosos conseguiram acessar os cofres dos bancos e que conseguiram levar dinheiro, porém, a quantia não foi divulgada. Ainda não há informação a respeito dos bandidos.

Ataque

A PM suspeita que o mesmo grupo criminoso tenha relação com o ataque a agência do banco Itaú, no dia 31 de dezembro, na cidade de Entre Folhas, na mesma região. A corporação encontrou semelhança nas ações criminosas.

A Polícia Civil ainda investiga a participação de um preso que fugiu da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no início do mês passado. O suspeito, seria da região do Vale do Aço e estaria a frente dos ataques a bancos.

(Foto: divulgação)

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Imprimir

Comentários