Os mortos por dengue em Minas Gerais subiram para 62 em 2016. A informação é da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que divulgou balanço da doença nesta quarta-feira (27). Conforme aponta o levantamento, 13 pessoas perderam a vida na última semana em decorrência da doença. O número, contudo, pode ser ainda maior, já que o órgão investiga 164 óbitos suspeitos.

Dos casos confirmados, o maior número foi registrado em Belo Horizonte, com 12 vítimas. Na sequência aparecem Juiz de Fora, com nove mortos, e Divinópolis, Itaúna e Uberaba, com três óbitos cada. Outros 25 municípios mineiros também tiveram óbitos da doença neste ano.

O boletim da SES revela, ainda, que o órgão investiga 317.257 casos da doença no Estado. Os infectados já são quase o dobro dos registrados em todo o ano passado, quando 196.136 pessoas contraíram a enfermidade.

Zika e chikungunya

Com relação ao zika vírus, o Estado confirma 2.022 casos da doença em 2016. Outros 7.685 casos estão sendo investigados pelos órgãos de saúde. O balanço mostra que do total de confirmações, 176 foram em gestantes.

O levantamento revelou, também, que 20 pessoas contraíram chikungunya e outros 405 casos suspeitos estão sendo analisados. Todas as três doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Imprimir

Comentários