Quem ainda vê as mulheres como o sexo frágil não conhece a major Daniela Lopes Rocha da Costa, de 41 anos. Bombeira militar de Minas Gerais há 21 anos, ela é a primeira mulher a comandar um batalhão aéreo no Brasil, tendo sob suas ordens 46 bombeiros que fazem todos os socorros aéreos do Estado, a bordo dos famosos helicópteros Arcanjo.

Ela assumiu em janeiro deste ano o comando do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), unidade que conta com dois helicópteros Esquilo e um moderno biturbina EC-145. O batalhão também atua em combates a incêndios florestais, buscas e salvamentos, além de ações comunitárias.

Entretanto, até o final de 2017, Daniela comandará outras duas novas aeronaves que integrarão o batalhão, que tem sede em Belo Horizonte, mas conta também com uma companhia em Varginha, no Sul de Minas.

Pioneira

Esta não é a primeira vez que a major Daniela marca pelo pioneirismo. Ela é integrante da primeira turma de mulheres do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, sendo também a primeira mulher a se tornar piloto de helicóptero da corporação, ainda em 1995, quando ela conquistou o primeiro lugar na seletiva para novos pilotos.

Major Daniela (esq.) ao lado da capitã Karla Lessa, que é piloto do Batalhão de Operações Aéreas (Foto: O Tempo Online)

Imprimir

Fonte:

O Tempo Online