Neste sábado (10), o jornal ´O Globo´ publicou matéria sobre uma auditoria inédita do Ministério da Saúde. A investigação apontou que os estados brasileiros deixaram de aplicar quase R$12 bilhões em programas para o setor nos anos de 2006 e 2007. A maioria não cumpriu a emenda constitucional que prevê a destinação de 12% da arrecadação de impostos e de transferências federais para a saúde.
A auditoria também descobriu que Minas Gerais está entre os estados que usaram o dinheiro no caixa único do governo deixando a verba da saúde em aplicações financeiras. As informações vão para o Ministério Público Federal (MPF) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

print
Comentários