Brizola Neto, o ministro do Trabalho, disse hoje que a partir da próxima semana deverá haver maior entendimento entre o governo e os servidores públicos em greve há dois meses. ?O governo está atento e é fundamental entender que começou a formular propostas concretas, como foi feito com o setor da educação. A tendência natural agora é os movimentos irem perdendo força à medida em que forem produzidos acordos?, explicou o ministro.
O processo de negociação está bem encaminhado pelos sindicatos e o Ministério do Planejamento segundo o ministro. Neto acredita que dessas negociações pode surgir oferta de reajuste para as carreiras Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, beneficiando cerca de 500 mil servidores de nível superior.
O ministro ainda defendeu a regulamentação da greve no serviço público. Para ele, apesar da pertinência das reivindicações, há serviços que não podem ser paralisados, porque causariam prejuízos irrecuperáveis à população.

print
Comentários