O prefeito em exercício Antônio Lamounier e os secretários Rodrigo Bahia (Obras), Sandra Micheline (Procuradoria), Luís Carlos (Desenvolvimento Humano), além da coordenadora do Suas, Joice Alvarenga, o secretário adjunto de Obras, Riderson Borges e o coordenador do Conselho Municipal de Habitação, Rodrigo Viana, receberam alguns moradores do bairro Ércio Rocha e o vereador Cid Corrêa/PR, que foram até o gabinete do prefeito fazer algumas reivindicações, na tarde desta quarta-feira (19).
Na terça-feira, um garoto que andava de bicicleta pela avenida Carlos Alves Pereira foi atingido por um caminhão. Indignados, por volta das 14h, cerca de 50 moradores realizaram um protesto no local e bloquearam a via. Os moradores atearam fogo em pedaços de madeira e, utilizando-se de resto de manilhas, impediram o trânsito de veículos no local. De acordo com a moradora Ana Paula da Silva, o pedido dos moradores está relacionado à sinalização da avenida Carlos Alves Pereira, a instalação de um quebra-molas e ônibus escolar para as crianças do bairro.
O secretário de Obras, Rodrigo Bahia, afirmou que de imediato será feita a ampliação da sinalização vertical e horizontal da via e que também serão programadas a construção de um meio fio, instalação de um ponto escolar e um quebra-molas. ?Precisamos programar estas obras para termos verbas para executá-las. Posteriormente poderemos até construir uma guarita no ponto escolar, agora não temos verba para isso, mas acredito que ela poderá ser construída no próximo ano?, afirmou o secretário.
De acordo com a Procuradora Municipal, Sandra Micheline, os proprietários de lotes particulares no local serão notificados pela Prefeitura para que construam passeios. Além disso, será feito o levantamento de quantas crianças no bairro precisam de transporte escolar, para que a Secretaria de Educação estude a viabilidade e providencie o ônibus.
O prefeito em exercício, Antônio Lamounier, afirmou que os moradores têm mesmo que fazer suas reclamações.?As portas da Prefeitura estão sempre abertas aos moradores de todos os bairros formiguenses que desejam fazer alguma reclamação. E todos podem ter a certeza de que iremos sempre trabalhar para atender as reivindicações e melhorar a vida dos formiguenses?, afirmou Antônio.
Sandra Micheline ainda orientou os moradores a montarem uma associação de bairros, se organizarem e saber o que é vantajoso para o bairro e, então, conseguirem melhorá-lo. Para isso, no dia 29 de outubro, às 17h, a Secretaria de Desenvolvimento Humano realizará a última etapa do trabalho social desenvolvido pelas assistentes sociais da pasta com os moradores.
?A reunião será com as assistentes sociais e representantes do Cras do bairro Nossa Senhora de Lourdes, que além de terminarem os trabalhos sociais, auxiliarão na montagem da associação de moradores?, afirmou Joice Alvarenga.

Fonte: Secretaria de Comunicação

Imprimir
Comentários