O presidente da Associação de Bairro Eldorado e Vila Didi, João Gonçalves Pereira, conhecido como ?João do Povo?, fez uso da ?Tribuna?, na Câmara Municipal, durante a reunião de terça-feira (16).
João do Povo contou que, em Formiga, existe um contrato de concessão de serviço de transporte coletivo. ?Nesse contrato, o serviço que a empresa presta tem que ser cumprido. Quero reivindicar junto aos vereadores que estabeleça junto à Viação Formiga que cumpra esse contrato de concessão. A volta do tráfego de ônibus de hora em hora na rua José Eufrásio de Carvalho, na Vila Didi. O ônibus atende os moradores daquele bairro há muitos anos, como idosos, crianças e jovens? .
O presidente da associação ressaltou que, de acordo com essa concessão pública, a concedente poderá proceder à interação do itinerário com o objetivo de possibilitar o atendimento mais confortável e econômico dos usuários. ?Vem ocorrendo diminuição de serviços na Vila Didi. Com isso, a Viação Formiga desrespeita o direito dos usuários dessa rua na Vila Didi. O coletivo passava ali de hora em hora e, infelizmente, foi cortado o direito dos usuários desde o dia 11 de outubro. O gerente da empresa, Haroldo Goulart, disse que o bairro pode perder a linha. Ele disse que lá falta passageiro. Uma empresa que visa só o lado capitalista, só o lado dela e não o lado humano, ela coloca esse tipo de posição? , argumentou João do Povo.
De acordo com o presidente da associação, ?no bairro tem muitos idosos com dificuldades para se locomoverem, principalmente nesta época de chuva, lá tem idoso que está pagando taxi para ir ao médico, não aguentam andar e isso é um desrespeito a eles. A empresa não quer dar volta em uma praça? .
Outra questão levantada por João do Povo foi o aumento de mais de 10% nas passagens do transporte coletivo. ?por que desse aumento que teve este final de semana de R$ 1,70 para R$ 1,90 e do Ligeirinho de R$ 1,80 para R$2?. Aumento nas passagens de ônibus é uma tranquilidade para essa empresa, mas, para solucionar os problemas dos usuários, é uma dificuldade. Pedimos que vocês entrem em contato com essa empresa para solucionar esse problema? , solicitou.
Haroldo Goulart foi procurado pela redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias na quarta-feira (17), ele disse que na quinta-feira da semana passada (11) foi publicado o decreto autorizando o reajuste nas passagens, foi colocado um comunicado nos ônibus na sexta-feira (12) e no sábado (13) o aumento começou a valer.
A redação recebeu reclamações de outras pessoas, que foram ?pegas? de surpresa com o aumento nas passagens e também recebeu queixas sobre a mudança do itinerário na Vila Didi. Na quinta-feira (18) a redação tentou o dia todo falar com os responsáveis na empresa para esclarecer melhor os assuntos, mas, até o fechamento da edição, não conseguiu o contato e não obteve o retorno das ligações.

Imprimir
Comentários