O motorista da caminhonete que capotou em Divinópolis com oito jovens dentro no domingo (3) poderá ser indiciado por homicídio doloso – quando assume-se o risco de matar. Uma jovem de 19 anos que estava no veículo não resistiu aos ferimentos e morreu. O acidente ocorreu no km 36 da BR-494.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Marcelo Nunes, o inquérito de investigação foi aberto nesta terça-feira (5). Ele ressaltou que o motorista de 20 anos assumiu o risco de matar quando permitiu que oito pessoas entrassem com ele no veículo.

O delegado ainda não ouviu o jovem porque ele estava hospitalizado e disse que a oitiva ocorrerá quando ele receber alta. “A pessoa que colocou nove pessoas em um veículo que não comporta esse número, assumiu o risco de produzir o resultado de um acidente. Ele será indiciado por homicídio doloso. Ele não quis matar, mas assumiu o risco e ainda há indícios de alta velocidade”, pontuou o delegado.

O Hospital São João de Deus (HSJD) informou que o jovem recebeu alta nessa segunda-feira (4) junto com a jovem de 20 anos, que também estava na unidade.

Dois jovens ainda estão internados. Um deles está no HSJD estável e acordado. A jovem encaminhada para o Hospital Santa Lúcia tem apresentado melhoras, segundo amigos. A unidade não repassou nenhuma informação sobre o quadro clínico dela. Os demais foram liberados das unidades em que se encontravam.

Acidente

Uma das jovens, de 19 anos, que estava no veículo não resistiu aos ferimentos e morreu poucas horas após ter sido levada para a Salva Vermelha do HSJD, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao todo, oito pessoas ficaram feridas, uma não permaneceu no local para aguardar o resgate.

Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), testemunhas disseram que antes do acidente as vítimas estavam em uma festa no Parque de Exposições. Por volta das 1h30, eles seguiam pela BR-494 quando no km 36 o motorista, que estava em alta velocidade, perdeu o controle da direção, atingiu a calçada e capotou.

Ainda conforme a ocorrência, as nove vítimas foram arremessadas do veículo, inclusive o motorista que era habilitado.

 

Imprimir

Fonte:

G1