Motoristas de aplicativo e de entrega de Belo Horizonte abasteceram carros e motos com gasolina a R$ 3,50 o litro, na manhã desta quinta-feira (4), em Belo Horizonte. A ação ocorreu em um posto no bairro Santa Efigênia, região Leste da capital, e beneficiou 400 veículos – 200 carros e 200 motos. Longas filas se formaram e teve gente que aguardou por horas para garantir o valor bem abaixo do que é praticado no mercado.

Desde às 10h desta quinta, os condutores puderam abastecer até 20 litros. Já os motociclistas, 10 litros. A medida, chamada de “Combustível a Preço Justo”, do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro/MG) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MG), quer chamar a atenção sobre a necessidade de mudança na atual política de preços e mostrar que os combustíveis no Brasil podem ser mais baratos.

A iniciativa ocorre após a disparada nos preços de combustíveis nos últimos dias e a greve de tanqueiros em Minas, na sexta-feira (26). Na segunda-feira (1), a Petrobras anunciou mais um aumento dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias – o quinto em 2021. Segundo a estatal, a gasolina fica 4,8% mais cara e o diesel, 5%.

“Além de ajudar os trabalhadores que estão sofrendo muito para conseguir rodar, é preciso debater com a sociedade que é possível sim outo valor. A Petrobras pode praticar outro preço. A gente pode vender nosso petróleo no Brasil, e refinar nas nossas refinarias, garantindo lucro, mas ainda respeitando a sociedade, vendendo por R$ 3,50 a gasolina. Você estaria com uma empresa saudável financeiramente e também cumprindo a função social de uma estatal que é a Petrobras”, disse o coordenador geral do Sindipetro/MG, Alexandre Finamori.

Dados colhidos pelo Sindicato dos Revendedores de Combustíveis (Minaspetro) indicam que, de novembro do ano passado até o final de fevereiro, a gasolina ficou 46% mais cara nas refinarias e o diesel, 41%. 

Para garantir o valor bem mais abaixo do que o praticado diariamente, os motoristas enfrentaram filas e espera. Alguns aguardaram por quase 7h. “Ontem eu rodei o dia inteiro e cheguei aqui hoje 3h. Estou até agora sem dormir. Não tem como a gente deixar isso acontecer, precisamos brigar por isso. Nós que somos aplicativos estávamos rodando no etanol, então quando a gente coloca gasolina é sempre bem-vinda”, comentou o motorista Wanderson Resende

A ação também beneficiou o motociclista Vanderlei Oliveira, que garantiu o tanque cheio e aumentou em “quase 100%” a margem de lucro do dia. “Eu moro em Vespasiano. Cheguei aqui às 6h. fiquei 4h na fila, mas compensou. Deu para encher o tanque com pouco dinheiro ainda. É uma bela iniciativa, principalmente para a gente que depende disso. Então R$ 5,60, R$ 5,70 (o valor do litro) não dá, já que eu gasto em média de 6 a 7 litros por dia”, afirmou.

Fonte: Hoje em Dia

print
Comentários