No início da tarde de quarta-feira (17), por volta das 12h40, uma mulher foi vítima de um golpe em frente ao Banco do Brasil e perdeu a quantia de R$15 mil entre outros pertences.
Segundo a vítima, V. R. N., 30, a mesma havia saído do Banco do Brasil quando foi abordada por um homem claro de aproximadamente 35 anos acompanhado por uma mulher morena de aparentemente 18 anos. Os mesmos começaram a conversar com V. e lhe disseram ser evangélicos e que iriam lhe dar cem reais e um par de sapatos, que ela poderia pega-los em uma loja do Centro.
Os indivíduos acompanharam a vítima até a entrada da loja e disseram para ela entrar e pegar os brindes e que a mesma poderia deixar sua bolsa e capacete com eles. Ao entrar na loja percebeu que estava sendo vítima de um golpe e voltou para encontrar com os dois, mas os mesmos não estavam mais no local.
Dentro de sua bolsa havia R$15 mil, a chave de sua motocicleta e sua Carteira Nacional de Habilitação – CNH, os indivíduos também levaram seu capacete. Eles deixaram com V. dois cartões da loja de sapatos e uma nota promissória no valor de R$19.800,00, que foram apreendidos pelos Policiais Militares.
V. ainda disse que os indivíduos entraram no Banco do Brasil e que foram filmados pelas câmeras de segurança. Foi realizado o rastreamento do casal, mas a PM não obteve êxito.
Foi lavrado o B.O. 8703.

Polícia Militar
Com o intuito de coibir estas e outras ações criminosas a Policia Militar passa algumas dicas:
? A ambição desmedida do lucro fácil favorece a ação dos vigaristas. Não se deixe levar por ofertas fabulosas e ?negócios da China?;
? A Casa da Moeda não tem filiais. Não acredite em métodos especiais de reproduzir dinheiro verdadeiro. É o conto da guitarra, chame a polícia;
? Ao fazer negócios com desconhecidos não se deixe levar por referências favoráveis colhidas em fontes igualmente desconhecidas. Procure confirmar as informações recebidas com pessoas de sua confiança;
? Caipira que o aborda na rua com um bilhete premiado para receber é um malandro que deseja lesá-lo. Chame o policial mais próximo;
? Cheque visado dado em pagamento por desconhecidos, fora do expediente bancário, deve ser confirmado pelo banco antes de ser aceito como dinheiro em espécie;
? Desconfie de negócios muito vantajosos que surgem da noite para o dia;
? Se você for interpelado por alguém que se diz policial e não estiver devidamente fardado, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional é um direito seu e sua garantia;
? Evite confiar a guarda ou o transporte de valores a menores ou pessoas inexperientes. Se for obrigado a fazê-lo, alerte-os contra a ação dos vigaristas que agem nos centros bancários;

print
Comentários