Depois de 17 anos de profissão como taxista na capital mineira, foi em 2019, mais especificamente nessa quinta-feira (5), que Luís Carlos Alves Fernandes, de 51 anos, foi vítima de racismo pela primeira vez. Ao ser questionada pelo motorista se precisava de uma corrida, uma mulher que passava pela avenida Álvares Cabral, no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul da capital, no meio da tarde, disse que não andaria com um negro.

De acordo com Fernandes, a mulher, muito exaltada, afirmou ser racista e chegou a cuspir nele. “Eu estava no ponto de táxi e a vi atravessando com o pai dela. Ela estava agredindo-o com palavras, passou olhando dentro dos carros, e eu perguntei, por educação, lógico, se ela estava precisando de táxi. Aí ela respondeu: ‘Precisando eu estou, mas eu não ando com negro, eu sou racista, sou racista mesmo’, e ela ainda deu uma cusparada nos meus pés”, contou o taxista.

Foi Fernandes quem chamou a polícia imediatamente após o ocorrido. Outros taxistas que estavam no local se recusaram a deixar que a mulher seguisse viagem até que uma guarnição chegasse. Populares que estavam na avenida ainda tentaram agredi-la. “Não pode deixar passar, não. É assim que vamos combater esse tipo de coisa. Em pleno século XXI acontecer uma coisa dessas, não podemos deixar, não. Eu quero é justiça. Eu nunca passei por isso. É a primeira vez. A gente acompanha no jornal e fica triste. Quando acontece com a gente é que vemos a dor que sentimos, mas isso não vai me abalar”, disse Fernandes. 

Vídeo mostra mulher sendo detida:

A mulher foi  detida na Deplan 2, da Polícia Civil, no centro da capital.  Ela será encaminhada ao sistema prisional. De acordo com o jornal O Tempo, a informação foi divulgada pela Polícia Civil na madrugada desta sexta-feira (6).

De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, além do crime de injúria, a suspeita foi autuada por desacato, desobediência e resistência.

A mulher também agrediu verbalmente uma policial militar. Procurado, o advogado da criminosa disse que só irá se posicionar no decorrer do processo.

 

Fonte: O Tempo ||
Imprimir
Comentários