A Polícia Militar foi acionada a comparecer ao Pronto Atendimento Municipal (PAM), onde uma guarnição do Corpo de Bombeiros havia prestado socorro a um homem, na sexta-feira (27). Ele havia caído dentro de um rio e se encontrava bastante exaltado, mesmo após ser socorrido.
Durante o atendimento, foi necessário que os bombeiros usassem de força física para conter o nervosismo do indivíduo. Sua namorada, de 34 anos, passou a interferir nos trabalhos de socorro, sendo solicitada por várias vezes que se retirasse do local.
A mulher desobedeceu ao pedido, falando que ?queria o nome completo deles? e acusando os militares pelo sumiço de R$1mil em dinheiro da carteira do namorado. Diante do ocorrido, o sargento do Corpo de Bombeiros Willian deu voz de prisão em flagrante à mulher, sendo a mesma conduzida até a Delegacia de Polícia, segundo o Boletim de Ocorrência 6376/12.

print
Comentários