Uma mulher de 36 anos pulou de um veículo em movimento na Avenida Amazonas na noite dessa quarta-feira (10) para escapar do marido, que a teria torturado por mais de quatro horas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, tão logo saltou do carro, a vítima acionou a Polícia Militar (PM).

Ela disse aos agentes que havia acabado de passar por uma sessão de tortura praticada pelo companheiro com requintes de crueldade. Ele a teria espancado, além de obrigá-la a passar noite toda com os braços levantados, segurando uma garrafa. 
Ainda segundo a mulher, o relacionamento, de quase dez anos, tinha longo histórico de violência. Aos policiais, ela descreveu o agressor como um homem perigoso, que espancava também a filha dela, de 14 anos.   
O suspeito foi preso em casa, no Bairro São Jorge, Região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a PM, o homem se preparava para fugir.

Na residência, a guarnição encontrou armas de fogo, munição, cocaína e duas toucas ninja. O homem já tinha várias passagens pela polícia e era citado em ao menos três mandados de prisão em aberto. 

Fonte: Estado de Minas

Imprimir
Comentários