A Nasa, agência espacial americana, anunciou na terça-feira (23) que fará a primeira tentativa de voo de um dispositivo motorizado em Marte no início de abril, quando testará o helicóptero Ingenuity. O plano de voo também foi divulgado.

A previsão é que o voo ocorra em 8 de abril, mas o dia exato ainda pode mudar. O local de decolagem está localizado ao norte do lugar de pouso do rover Perseverance, na cratera de Jezero.

Por enquanto, o Ingenuity, um helicóptero ultraleve semelhante a um grande drone, está dobrado e acoplado à parte inferior do Perseverance.

Plano de voo

A rota do primeiro voo será simples e rápida: o helicóptero irá se desacoplar do Perseverance, se distanciará do mesmo até alcançar uma distância segura e então decolará verticalmente. Ele voará a uma altitude de 3 metros, pairará ali por 30 segundos e fará uma curva antes de pousar no solo novamente.

Apesar de parecer fácil, a tentativa de voo em Marte terá um grande desafio, uma vez que a atmosfera marciana tem uma densidade equivalente a apenas 1% da atmosfera da Terra.

Além disso, o helicóptero poderá levar 25 horas para se distanciar do rover e alcançar a uma distância segura dele. O rover, por sua vez, será posicionado em um ponto de observação para capturar o voo da nave com suas câmeras.

Por fim, para realizar o voo, o Ingenuite também precisará do sol para abastecer de energia seus painéis solares antes da chegada da gelada noite marciana.

Durante o trajeto, o helicóptero tirará 30 fotos por segundo.

Independentemente do resultado, o evento será histórico, pois será a primeira tentativa de voo de um dispositivo motorizado em outro planeta.

Estão planejados até cinco voos de dificuldade gradual, distribuídos ao longo de um mês, de acordo com a Nasa.

Perseverance e Ingenuity

O robô explorador Perseverance, que carrega o Ingenuity neste momento, pousou na superfície de Marte em 18 de fevereiro, sete meses depois de a missão ter partido dos Estados Unidos. A chegada na cratera de Jezero, transmitida ao vivo pelas redes sociais, é considerada o local de pouso mais perigoso já tentado em uma missão espacial.

O Perseverance ainda não chegou ao destino, o que “levará mais alguns dias”, disse Farah Alibay, chefe de ligação da Nasa entre as equipes encarregadas do veículo e do helicóptero, segundo a France Presse.

Já o Ingenuity é um helicóptero espacial composto por quatro pés, um corpo e duas hélices sobrepostas. Ultraleve, ele pesa apenas 1,8 kg e mede 1,2 metros de largura.

O programa de desenvolvimento da missão que o Ingenuity faz parte, a Mars 2020, custou à Nasa cerca de US$ 85 milhões, segundo a France Presse.

Os cientistas acreditam que, entre 3 e 4 bilhões de anos atrás, havia no planeta vermelho um lago onde hoje está a cratera de Jezero. O local tem sedimentos similares aos encontrados na Terra, que podem conter vestígios de organismos.

No futuro, esses dispositivos podem ser cruciais para a exploração de Marte, pois são capazes de ir onde os rovers não conseguem chegar, como os desfiladeiros.

Fonte: G1

print
Comentários