Uma mulher em Ohio, Estados Unidos, atirou acidentalmente na filha de 18 anos quando a garota a surpreendeu ao voltar para casa mais cedo da faculdade.

Hannah Jones diz que “correu pela porta com entusiasmo” para surpreender sua família em casa em Girard. A mãe, Renee, ficou aterrorizada, e achou que se tratava de um intruso.

“Quando passei correndo pela porta, ela estava temendo pela própria vida e atirou em mim”, disse Hannah em um post no Facebook, segundo o jornal “New York Post”.

“Eu me agachei e soltei dois gritos”, lembrou a garota. O namorado dela ouviu os gritos, correu para dentro e ligou para a emergência.
Segundo o áudio da ligação, obtido pela “21 News”, afiliada da NBC, o namorado da moça disse ao atendente que Hannah estava sangrando muito.

“Minha namorada acabou de chegar da faculdade a mãe dela não sabia, é sério – ela acidentalmente atirou nela”, disse.

Mostrando seus ferimentos e raios-X, Hannah diz que seu cotovelo direito foi quebrado em três lugares pelos tiros – o que a deixou com oito parafusos e três placas no braço após a cirurgia.

“Realmente foram alguns dias loucos, mas estou muito agradecida por ainda estar aqui nesta terra hoje”, escreveu Hannah. “Com certeza tenho sorte de ainda estar aqui! Ainda me surpreende saber que eu poderia estar morta, mas felizmente eu tinha um anjo me olhando naquela noite.

O chefe de polícia de Girard, John Norman, confirmou que a mãe tinha permissão de portar armas.”Ela tinha uma arma prontamente disponível e disparou contra alguém que entrava pela porta”, disse à “21 News”.

Os promotores ainda não decidiram se haverá alguma acusação, disse Norman.

“Se você percebe que alguém tem uma arma para proteção e não está esperando por você – anuncie a si mesmo quando entrar em casa, ou mesmo se estiver levantando para tomar um copo de água no meio da noite”, Norman disse.

Imprimir

Fonte:

G1