Tem início nesta segunda-feira (18) em Minas Gerais a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo. Esta fase, que acontecerá até o dia 30 de novembro – quando haverá o Dia D de mobilização -, contempla os jovens de 20 a 29 anos que não possuem histórico vacinal de duas doses do imunizante. As informações são da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).  

“As faixas etárias entre 20 e 29 anos foram escolhidas com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal da doença, já que a mesma apresenta maior frequência de casos nesta faixa de idade. Dessa forma, a vacina direcionada para este público reduz a possibilidade de aglomeração nas Unidades Básicas de Saúde, em decorrência da procura da vacina”, explica a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Dias Gusmão.                

Nesta etapa da campanha, seguindo orientações do Ministério da Saúde, será utilizada como referência para a vacinação a estimativa de não vacinados contra o sarampo entre a faixa etária de 20 a 29 anos e não a cobertura vacinal, como foi feito anteriormente. Isso porque o registro nominal de vacinação é relativamente recente e a maior parte da população de adultos não foi registrada nominalmente no sistema.  

Em Minas Gerais, a estimativa de não vacinados dentro dessa faixa etária é de 1.412.123 milhão, sendo 447.650 indivíduos de 20 a 24 anos e 964.473 pessoas entre 25 e 29 anos. “É importante ressaltar, ainda, que a vacina tríplice viral está disponível para toda a população, de 6 meses a 49 anos, na rotina dos serviços de imunização. Para isso, basta a pessoa  ir até o posto de saúde mais próximo de sua residência com o cartão de vacina e se imunizar”, completa Josianne. 

Doses enviadas

Ainda de acordo com a SES, até o momento Minas Gerais recebeu 720 mil doses da vacina tríplice viral para serem utilizadas nesta segunda etapa de vacinação contra o sarampo. Adicionalmente, ao longo do mês, serão enviadas mais doses para complementar o quantitativo necessário do público prioritário da campanha. 

Desde o início do ano foram confirmados 99 casos de sarampo em Minas Gerais e o estado está com surto ativo da enfermidade, segundo o Ministério da Saúde. “A principal ação da secretaria para impedir o avanço da doença é manter a população protegida por meio da vacinação, mobilizando esforços para garantia de altas coberturas vacinais”, conclui Josianne. 

Mais informações sobre o sarampo podem ser acessadas clicando AQUI.

 

Fonte: Hoje em Dia ||
Imprimir
Comentários