A controversa política de privacidade do Google entra em vigor nesta quinta (1º). Segundo a empresa, as mudanças são para facilitar a vida do internauta com os mesmos controles.
Uma das alterações mais significativas é que os usuários terão um perfil único, diferente dos vários que existiam para redes sociais e programas de localização geográfica.
A polêmica foi tanta que nesta semana a comissária de Justiça europeia, Viviane Reding, pediu à gigante de buscas on-line que suspendesse as novas regras de privacidade. A alegação é que as normas não cumprem a legislação europeia de proteção de dados.
O Google afirmou nesta quinta, em seu blog, que a política é vantajosa a todos e não foi mudada a forma de tratar as informações pessoas. A corporação ainda destacou na nota que não está coletando nenhuma informação nova ou adicional dos usuários. Não venderemos os dados pessoais e continuaremos usando nossa segurança líder na indústria para manter a informação segura.

print
Comentários