A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, nesta terça-feira (28), boletim epidemiológico. Os municípios de Nova Serrana e Santo Antônio do Monte apresentaram casos de dengue com sinais de alarme em janeiro.

Já os casos prováveis da doença foram registrados em Santo Antônio do Monte e Formiga.

As cidades que integram a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Divinópolis registraram juntas 104 casos prováveis de dengue.

Nenhum óbito foi registrado na região até o momento e ainda não há casos de dengue grave, conforme o boletim.

Dengue em 2020

Cidade Casos prováveis de dengue Casos de dengue com sinais de alarme
Formiga 76
Santo Antônio do Monte 28 1
Nova Serrana 1

Mortes por dengue

Segundo o Boletim Epidemiológico, foram 17 mortes por dengue confirmadas nas cidades da SRS de Divinópolis no ano passado, 13 óbitos seguem em investigação. Não há registros de mortes confirmadas por dengue neste ano em Minas Gerais, no entanto, há quatro mortes em investigação.

Mortes por dengue em 2019

Cidade Confirmado Em investigação
Arcos 2 0
Carmo do Cajuru 1 0
Córrego Fundo 0 1
Divinópolis 3 3
Dores do Indaiá 0 1
Formiga 0 1
Iguatama 0 1
Lagoa da Prata 2 1
Luz 1 0
Martinho Campos 2 0
Moema 0 2
Nova Serrana 2 0
Pará de Minas 1 2
Pitangui 1 1
São Gonçalo do Pará 2 0

 

Dengue em MG

Ainda de acordo com o Boletim Epidemiológico, foram 3.014 casos classificados como dengue com sinais de alarme e 276 como dengue grave. Os dados são de 2019, fornecidos pelo Sistema de Informação dos Agravos de Notificação (Sinan).

Foram 169 mortes confirmadas pela doença no ano passado, permanecendo 105 em investigação. Também não houve óbitos registrados até o momento no estado.

Chikungunya

Santo Antônio do Monte foi o único município do Centro-Oeste de Minas a registrar um caso provável de chikungunya nas últimas quatro semanas. Nenhum outro município apresentou registro da doença.

Em 2019, em todo estado foram registrados 2.793 casos prováveis de chikungunya, desse total, 48 gestantes, sendo 12 com confirmação laboratorial.

Em 2020 até o momento 82 casos prováveis foram notificados, sendo um caso em gestante.

Zika

Nenhum município do Centro-Oeste apresentou caso provável de zika no mês de janeiro. Em 2019 foram registrados 702 casos prováveis da doença, sendo 159 em gestantes.

Em 2020, em todo estado, até o momento foram registrados 34 casos, sendo três em gestantes.

 

Fonte: G1 ||
Imprimir
Comentários