Médicos e cientistas do Centro de Biotecnologia e Terapia Celular do Hospital São Rafael, em Salvador, vão testar uma nova terapia celular em paraplégicos. O tratamento é experimental e será feito em 20 pacientes voluntários, todos com paraplegia há mais de seis meses.
A expectativa, além de testar a segurança do procedimento, é obter melhoras na sensibilidade, reflexo e controle dos esfíncteres anal e uretral dos pacientes. Em cães e gatos que sofreram acidentes e perderam os movimentos das pernas, a terapia mostrou resultados positivos um mês após a cirurgia.
No procedimento, serão retiradas amostras da medula óssea da bacia do paciente. O material passará por cultivo, para aumentar em 99% a presença de células-tronco e, em seguida, será injetado no local onde houve a lesão. Em estudos anteriores, o material coletado foi injetado em uma artéria que irriga a medula.
A seleção de voluntários ainda está em andamento.

Imprimir
Comentários