O Corpo de Bombeiros retirou na manhã desta terça-feira (16) mais três corpos dos escombros dos edifícios que desabaram, na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro, na sexta-feira passada (8). Com isso, o número de mortos chega a 15.

Na madrugada desta terça, mais um corpo havia sido resgatado.

Entre os três últimos corpos encontrados, havia uma mulher grávida. Os outros dois eram uma mãe e um filho. Os corpos ainda não foram identificados. Nove pessoas permanecem desaparecidas.

Oito pessoas ficaram feridas no acidente, das quais quatro continuam internadas. As buscas nos escombros entraram no quinto dia na manhã desta terça.

O trabalho de busca é feito pelo Corpo de Bombeiros com a ajuda de cães farejadores e também com as informações dadas pelos moradores da área. Militares do Exército também auxiliam na busca.

A Delegacia de Polícia Civil da Barra da Tijuca (16ª DP) investiga o caso.

Segundo a Prefeitura do Rio, os prédios não tinham autorização para serem construídos e as obras foram interditadas e embargadas em novembro do ano passado.

Além de investigar a atuação da milícia, grupo criminoso que controla ilegalmente a comunidade da Muzema, a Polícia Civil apura a responsabilidade dos construtores e da Prefeitura, que é responsável pela fiscalização de obras.

 

 

Fonte: Agência Brasil/ G1 ||

Imprimir

Comentários