O número de venezuelanos que saiu do país chegou a 4 milhões, de acordo com a ONU.

Segundo a agência para refugiados da organização, é o país que tem o maior grupo populacional fora de seu país de origem.

O ritmo de saída da Venezuela cresceu rapidamente, segundo a ONU: no fim de 2015, eram 695 mil. Menos de três anos e meio depois, alcançou 4 milhões.

Em sete meses, desde novembro do ano passado, um milhão de pessoas saíram do país.

Países latino-americanos receberam a maioria dos venezuelanos. Há 1,3 milhão na Colômbia e 768 mil no Peru.

Brasil é o país com o quinto maior contingente de refugiados venezuelanos

O Brasil é a quinta nação que mais recebeu refugiados: são 168 mil, o que equivale a 4,2% do total.

“Esses números alarmantes, e a necessidade urgente de apoiar as comunidades de países anfitriões”, afirmou Eduardo Stein, representante da agência de refugiados e migrantes venezuelanos da ONU.

Os países latino-americanos e caribenhos fazem a parte deles para responder a essa crise sem precedentes, mas, diz Stein, não se pode esperar que eles sigam sem apoio internacional.

Os governos da região devem implementar mecanismos para coordenar as respostas e facilitar a inclusão legal, social e econômica de venezuelanos, de acordo com a entidade.

IMPRIMIR

Fonte:

G1