Em tempos de crise econômica como os atuais, com a perda do poder aquisitivo e inflação acelerada, o consumidor fica à espreita de melhores condições de aquisição dos produtos de primeira necessidade e espera contar com órgãos públicos fortes e com atuação efetiva no combate à manipulação de preços e na repressão ao acerto de preços.

Neste contexto, a expectativa de chegada de um novo grande supermercado na cidade de Formiga origina discussões das possíveis consequências no mercado de varejo de alimentos da cidade.

O que efetivamente interessa para o consumidor é saber se isto causará uma diminuição de preços e é sabido ser a concorrência um grande triunfo, seja na qualidade ou no preço dos serviços e dos produtos.

Com o objetivo de avaliar a real situação da instalação de um novo supermercado na cidade de Formiga foram realizados levantamentos de preços.

 

Da cesta básica

Foram utilizadas como universo de levantamento de preços duas listas de produtos. A primeira lista utilizada é baseada na cesta básica do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese) para o levantamento do custo de alimentos. A segunda lista utilizada é baseada na cesta básica utilizada pelo Procon de São Paulo, para o público previsto de uma família de quatro pessoas.

Das comparações dos supermercados em funcionamento

Foram efetuados levantamentos de preços no dia 24 de agosto de 2016 nos dois principais supermercados da cidade de Formiga, sendo constatado o preço total de R$396,89 e R$439,46 para a cesta básica do parâmetro do Dieese.

Já o levantamento do custo total da cesta básica, tendo como parâmetro a cesta do Procon/SP, o preço total foi de R$477,65 e R$494.

Quando se considera os menores preços coletados, a cesta básica do consumidor formiguense equivale a no mínimo 45% e no máximo 54% do salário mínimo.

Do novo supermercado

Formiga tem a previsão de receber um grande supermercado e foi feito levantamento, no dia 27 de agosto 2016, em uma de suas lojas em Belo Horizonte, sendo que nesta loja não eram disponibilizados os itens de verduras, frutas e pão francês.

Para comparação dos preços deste supermercado com os já instalados em Formiga, foram retirados os itens de verduras, frutas e pão francês, para se ter um universo idêntico de comparação.

Na cesta básica, baseada no Dieese, os dois supermercados que estão em funcionamento em Formiga têm os preços de R$267,22 e R$290,69. Já o supermercado a ser instalado em Formiga tem o custo total em sua loja de Belo Horizonte de R$309,64.

Já na cesta básica, baseada no Procon/SP, os dois supermercados que estão em funcionamento em Formiga têm os preços de R$473,25 e R$457,12. Já o supermercado a ser instalado em Formiga tem o custo total em sua loja de Belo Horizonte de R$441,65. Conclui-se, ter todos os supermercados uma similaridade de custo total dos produtos ofertados e mesmo o fato da chegada de novo supermercado na cidade não alterará esta realidade e o consumidor, para conseguir melhores preços, deverá continuar a pesquisar, comparar e aproveitar as promoções de um e outro supermercado, além disto, deve aproveitar as demais redes de venda de produtos de frutas e verduras, como os sacolões e feiras locais.

print

Comentários