O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, anunciou nesta segunda-feira (1) a nomeação da senadora Hillary Clinton como secretária de Estado, principal cargo da diplomacia norte-americana.
A nomeação dela e de outros membros da equipe de Segurança do futuro governo foi confirmada em comunicado seguido de entrevista coletiva em Chicago, quartel-general da equipe de transição.
Há muito a fazer, de evitar a proliferação de armas nucleares no Irã e na Coréia do Norte, passando por buscar uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, até fortalecer as instituições internacionais, disse Obama ao apresentar Hillary. Após a nomeação, a ex-primeira-dama assegurou que dará tudo de si no cargo.
Hillary, senadora por Nova York e ex-rival de Obama durante as acirradas prévias do Partido Democrata neste ano, vai substituir Condoleezza Rice.
Nesta segunda, antes da confirmação da nomeação de Hillary, Rice elogiou sua sucessora. Segundo Rice, Hillary traz energia, intelecto e habilidade para o cargo, e, sobretudo, um grande amor pelos Estados Unidos e seus valores.
Obama também pediu que Robert Gates permaneça à frente do Departamento de Defesa, em uma mostra de que vai cumprir sua promessa de chamar republicanos para postos-chave da futura administração.
Segundo o presidente eleito, Gates aceitou o convite e terá uma nova missão: terminar a guerra no Iraque de maneira responsável e devolver o controle do país aos iraquianos.
Obama disse acreditar que as tropas dos EUA, podem deixar o Iraque em 16 meses depois da sua posse, mas que ainda ouviria conselhos dos comandantes militares sobre o tema. Também vamos assegurar que teremos a estratégia -e os recursos- para triunfar contra a al-Qaeda e o Talibã, disse Obama na entrevista. Não podemos tolerar um mundo em que inocentes são mortos por extremistas baseados em ideologias desviadas, afirmou.
O democrata também manifestou apoio à Índia, após os atentados da quarta-feira passada que deixaram 195 mortos na cidade de Mumbai. Minha administração vai apoiar firmemente os esforços da Índia para capturar os perpetradores desse terrível ato e levá-los à Justiça. E espero que a comunidade internacional tenha o mesmo sentimento.
Obama também falou em investir nas Forças Armadas. E, adiante, vamos continuar fazendo os investimentos necessários para fortalecer nossas Forças Armadas e aumentar nossas forças para vencer as ameaças do século XXI.
Em comunicado, Obama também anunciou a nomeação de Janet Napolitano, governadora do Arizona, para secretária de Segurança Interna, e de Eric Holder para secretário da Justiça. O general aposentado James Jones, ex-representante norte-americano na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), será conselheiro de Segurança Nacional, e Susan Rice será a embaixadora do país nas Nações Unidas..
Obama, que assume em 20 de janeiro de 2009, prometeu ser mais inclusivo em seu governo e disse que tem uma visão para renovar a liderança norte-americana no cenário internacional depois de oito anos da administração Bush.
A equipe que nós juntamos aqui hoje é especialmente apropriada para o que queremos, disse Obama no comunicado. Eles compartilham meu pragmatismo sobre o uso do poder, e meu senso de propósito sobre o papel dos EUA como líder mundial.

print
Comentários