Nos próximos dias, será iniciada a obra licitada em R$ 2,5 milhões para infraestrutura de esgotamento sanitário em Córrego Fundo. O convênio foi assinado com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em 2014 e aguardava a liberação da verba para ser iniciada a execução.

Segundo informou a secretária de Desenvolvimento, Cultura, Esporte e Lazer, Oneida dos Anjos Fonseca: “a ordem de serviço está prevista para ser assinada na próxima terça-feira (17) e acreditamos que a obra seja iniciada neste mês. Este é um grande anseio da administração, porque possibilitará a cobertura em 100% de tratamento de esgoto no município, dentre outros benefícios”.

Segundo o diretor do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), José Mendes da Silveira, a obra compreende a construção de um interceptor de esgoto na rua do Chiba e de uma estação elevatória para bombear os esgoto para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), além da construção de mais de 5 mil metros de rede coletora e ramais de esgoto na cidade. Outras ações incluídas no convenio são asfalto, ligando Córrego Fundo de Baixo à ETE (aproximadamente 1,5 km), e calçamento e obras de urbanização nas vias da ETE.

O prefeito municipal, José Leão, comentou que está bastante satisfeito com a liberação da verba e início das obras. “No dia 21 de outubro, estive em Brasília, em reunião com o chefe de gabinete da presidência da Funasa, Geraldo Melo Côrrea, e com o deputado Jaiminho Martins, que falou do empenho junto a Funasa para liberação da verba e garantiu que teríamos esta conquista até a primeira quinzena de novembro. Este é o maior convênio já celebrado pelo município e estas obras trarão melhor infraestrutura e qualidade de vida para a população de Córrego Fundo, principalmente para os moradores da rua do Chiba e Vargem Grande”, destacou.

Imprimir
Comentários