Duas pessoas morreram na Espanha e a França bateu recordes de calor: grande parte da Europa continua sofrendo os efeitos de uma onda de calor excepcional.

Na Espanha, onde as temperaturas superam os 40 °C, um jovem de 17 anos que trabalhava no campo morreu nessa sexta-feira (28) depois de sofrer uma “insolação”.

Um comunicado do governo regional informa que o jovem sentiu uma “tontura” quando capinava grama e entrou na piscina da fazenda onde trabalhava, na localidade de Castro del Río.

Ao sair da piscina, ele teve convulsões e foi levado para um hospital na cidade de Córdoba, onde faleceu depois de passar por uma operação cardíaca.

Na quinta-feira (27), um idoso de 93 anos caiu quando caminhava pelo centro de Valladolid, norte do país. A polícia da região informou em um comunicado que ele faleceu de “morte natural pela onda de calor”.
A Espanha registra uma onda de calor com temperaturas superiores a 40 graus, que deve prosseguir até sábado em quase todo o país.
A região da Catalunha também luta contra um grande incêndio que afeta 6.500 hectares. Pelo menos 400 pessoas trabalham para controlar as chamas, incluindo militares.

“Apesar de o incêndio ainda não ter sido estabilizado, já não há mais frentes ativas potentes”, informou o Corpo de Bombeiros.

 

Fonte: Estado de Minas ||

Imprimir

Comentários