Da Redação

Na manhã desta sexta-feira (5), foi deflagrada a Operação “One Way”, fruto de uma investigação realizada nos últimos sete meses, que tem como objetivo identificar a prática de fraudes no credenciamento de fábricas e estampadoras de placas veiculares, além dos crimes de cartel, associação criminosa, prevaricação, lavagem de dinheiro, dentre outras práticas criminosas, em vários municípios da região Centro-Oeste do Estado.

Trata-se de ação conjunta entre o Ministério Público de Minas Gerais, por intermédio da Promotoria de Justiça do Patrimônio Público/Controle Externo da Atividade Policial e do GAECO Regional de Divinópolis, e a Corregedoria-Geral da Polícia Civil de Minas Gerais.

São alvos da operação policiais civis, fábricas de placas veiculares, empresários e “laranjas”, que emprestavam os nomes para figurar nos quadros societários da empresa de forma a escamotear os reais proprietários dos empreendimentos.

Estão sendo cumpridos 1 mandado de prisão, 29 mandados de busca e apreensão, além de medidas de bloqueio de valores, sequestro de bens e suspensão das atividades das empresas investigadas. Houve cumprimento de mandados nas cidades de Divinópolis, Belo Horizonte, Itaúna, Formiga, Pará de Minas, Bom Despacho, Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Itapecerica, Itatiaiuçu e Itaguara.

A Operação “One Way” contou com a participação de seis promotores de justiça, cinco servidores do Ministério Público e setenta policiais civis.

Imprimir
Comentários