Os Correios iniciam nesta segunda-feira (22) a operação para entrega de 103 milhões de livros didáticos para cerca de 140 mil escolas públicas de ensino fundamental e médio em todo o Brasil. Minas Gerais responde por 10,9 milhões de livros, representando o segundo estado com o maior volume, atrás apenas de São Paulo.
Para que no próximo ano cada um dos 37 milhões de alunos do País esteja com seus livros no início das aulas, os Correios precisarão fazer 3,5 mil viagens de carretas. O prazo para a entrega de toda a carga ? que pesa 70 mil toneladas e equivale à metade da produção de livros do País ? é de apenas cinco meses.
A distribuição do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e do Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio (PNLEM) é realizada pela ECT por meio de parceira com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). É a maior operação de distribuição de livros didáticos do mundo e já foi premiada pelo World Mail Awards, pela Associação Brasileira de Movimentação Logística (ABML) e pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).
Só nos últimos três anos, aproximadamente 350 milhões de livros didáticos foram entregues pelos Correios ? o que equivale a quase dois livros para cada brasileiro. Até o final do ano, a ECT ainda irá iniciar a distribuição de mais 1,6 milhão de livros do Programa Nacional do Livro Didático para a Alfabetização de Jovens e Adultos (PNLA).

print
Comentários