O bairro Ouro Negro, em Formiga, terá uma nova unidade do projeto Horta Urbana, que é desenvolvido pelo Banco Municipal de Alimentos (BMA).

 Ela funcionará na rua Pio Antônio de Faria, 87. Na terça-feira (4), foram iniciados os preparativos do terreno para receber os plantios de alimentos.

A iniciativa conta com a parceria do Centro Espírita Baiano Vicente. De acordo com o coordenador do BMA, Anuar Teodoro Alves, em breve, serão produzidos no bairro diversos alimentos saudáveis, sem uso de agrotóxicos. Com essa unidade, Formiga passa a contar com oito hortas urbanas.

Atividades da semana

 A preparação do terreno para a criação da nova unidade do Horta Urbana no Ouro Negro foi uma das atividades divulgadas pelo BMA nesta semana. As ações começaram no dia 1o de fevereiro, com o projeto Feira Solidária, para o qual produtores feirantes doaram mais de 400 quilos de alimentos que foram encaminhados para a Casa da Criança e do Adolescente, Casa de Apoio em BH, Residência Inclusiva e Santa Casa.

Na segunda (3), foram colhidos na Horta do Bairro Areias Brancas 4,2 quilos de couve-flor; 9,4 quilos de cebolinha e 65,3 quilos de repolho, que foram encaminhados à rede sócio assistencial do município. No mesmo dia, o parceiro Joelson e sua equipe plantaram mudas de alface e couve-flor na horta do Bairro Cidade Nova.

Na quarta-feira (5), foram plantadas mudas de acerola, jabuticaba e mexerica poncã nas hortas do residencial Tino Pereira, Cedesc e do bairro Água Vermelha. As mudas foram doadas pela Emater de Formiga e pela Jaraguá Agrícola, por meio do Projeto Alimentando Vidas.

 No mesmo dia, o BMA recebeu da Polícia de Meio Ambiente a doação de 64,7 quilos de pescado apreendido e que serão encaminhados a entidades da rede sócio assistencial do município.

Nesta quinta-feira (6), o Banco Municipal de Alimentos enviou bananas, batata-doce e milho verde para o Mesa Brasil Sesc e para o Banco de Alimentos de Sabará, que atende famílias atingidas pelas enchentes. Na oportunidade, o equipamento de Formiga recebeu 2.800 quilos de melões da Mesa Brasil Sesc, que serão encaminhados à rede sócio assistencial do município e também ao Banco de Alimentos de Divinópolis.

Tudo isso foi realizado graças à parceria existente entre os Bancos de Alimentos que pertencem à Rede Metropolitana de Bancos de Alimentos de Belo Horizonte, que vem ajudando a garantir a segurança alimentos nos municípios.

 

Fonte: Decom ||
Imprimir
Comentários